19 de agosto de 2014

Suco verde, tapioca e crossfit


Suco verde, tapioca, cross fit, dieta sem glúten e sem lactose, shampoo a seco, batom da Bruna Marquezine, blueberry, detox, esmalte da Giovanna Antonelli, chá verde, chá branco, chá rosa... Ah, e vale a pena ressaltar que tudo isso deve vir acompanhado de um casamento incrível, uma vida profissional bem-sucedida e uma sobremesa diet fantástica que fica pronta em 5 minutos.


E aí? Você dá conta?


Eu não! E só quero saber onde publico minha carta de alforria,rs.


Sim, eu já me absolvi da maioria dos itens acima. Graças a Deus!!!


Não quero trocar meu único pão branco do dia por uma tapioca, nem tão pouco me esquivar do prazer de lavar o cabelo com água morna e shampoo convencional. Decidi me desobrigar das exigências pra participar de um grupo que, sinceramente, não quero fazer parte!


Claro que quando o assunto é saúde valem a pena os sacrifícios, mas hoje peço licença para transitar em outro universo. Minha intenção é inclinar nossos olhos para outro lado da questão e enxergarmos como o sistema deste mundo tem nos pressionado a ser mulheres maravilhosamente incríveis.


Quem se dispõe a acompanhar todas as tendências de moda, saúde, estética tem que correr contra ao tempo porque é só uma questão de dias ou horas pra que tudo mude.


De uma hora pra outra o alimento vilão é absolvido, o batom da moda(que geralmente custa caro) não está nem na metade e já foi substituído por 5 novas cores, ah e o chá, semanalmente, também muda de cor, rs.Haja dinheiro, paciência e disposição para acompanhar tudo isso. 


Em todo tempo somos influenciadas e, muitas vezes, nos rendemos ás tendências. Claro que existe uma grande diferença entre gostar(se identificar), e ser escravo. E aí está o X da questão.



Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. (Gálatas 5:1)


Um desejo não é uma necessidade.Se você pode ter ótimo, se não, ótimo também. Assim deve ser. Não podemos nos direcionar por uma lista de exigências tão inconstante e vulnerável.


Somos mais felizes quando escolhemos descomplicar e viver com leveza. 


Se a necessidade é uma dieta, que seja pelo caminho mais coerente que une alimentação balanceada e atividade física regular. Sem exageros e sem aceleradores de resultado.


Se a grana pra academia está curta e não posso fazer aula da moda, tenho a opção de caminhar ao ar livre.


Será que esse esmalte e esse batom combinam mesmo com meu tom de pele?
 
Meus braços são roliços, esse modelo da moda não vai me favorecer... 


Posso mesmo investir tanto dinheiro nesse cosmético importado? 


Perguntas e reflexões que o Espírito Santo de Deus pode nos auxiliar a entender e a responder. Tudo que está fora de equilíbrio está em desacordo com a palavra de Deus.


Como mulheres cristãs que querem, sobretudo, agradar o coração de Deus, precisamos alinhar nossa conduta aos conselhos da palavra. Podemos começar agradecendo a Deus por tudo que já possuímos, e pelas diversas possibilidades capazes de se adequar a realidade de cada uma de nós. 


Leila Ferreira ,uma jornalista mineira que admiro muito, cita em um dos seus livros: "Quanto mais pobre for nossa vida interior, mais sentiremos necessidade de possuir coisas.".


Basta olhar um pouquinho ao nosso redor pra perceber que Deus tem sido bom, fiel e tem dado muito mais do precisamos. A expectativa dEle a nosso respeito não é que queiramos cada vez mais, mas que comecemos usar o que temos para abençoar outras mulheres. Um dos nomes de Jesus é: Rei humilde. O Rei de toda glória veio nos salvar e nos ensinar que, na verdade, é preciso muito pouco pra ser feliz. 


E a mulher sábia sabe muito bem disso!


Fique na paz!


Elaine Souza, 29 anos 

Consultora de Negócios, Solteira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!