17 de julho de 2014

Meninas não gostam de futebol?



Não sei se você gosta de futebol, mas com certeza absoluta ficou sabendo da tragédia resumida em apenas três caracteres: 7x1. Não precisa dizer mais nada, não é mesmo?

Apesar dos pesares eu amei o Mundial desse ano, todos esperavam o pior e o mundo descobriu que o melhor do Brasil sem dúvidas é o brasileiro (e isso é sim um motivo de orgulho!). Mas se teve uma coisa que me fez amar de verdade essa Copa foram os alemães (Não se preocupem, não vou ficar falando que eles são lindos, simpáticos, fofos, educados, etc e tal...kkkk). Falo isso porque eles deram um show no quesito “Reconhece a queda e não desanima. Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”. Pra quem não sabe no ano de 2000 a Campeã do mundo estava no fundo do poço. Com uma campanha horrorosa eles perceberam que precisavam mudar as metodologias adotadas até então. A partir da humilhação tiveram humildade suficiente para perceberem que não estavam bem e começaram um projeto que teve seu ápice no dia 13 de julho desse ano, em um Maracanã lotado.

Mas aí você se pergunta, por que essa menina está falando isso tudo? Bem, acho que existem lições valiosas que todas nós podemos aprender com eles. Em primeiro lugar que é preciso ser humilde, tanto para reconhecer nossas fragilidades quanto para aprendermos novos caminhos. Muitas vezes nos deparamos com a derrota e as dificuldades e não reconhecemos que talvez estivéssemos totalmente equivocados e que o caminho não estava correto. Tem hora que é preciso pegar o próximo retorno, voltar e colocar o GPS para recalcular a rota. Mesmo os “tops de linha” erram e até mesmo Jesus que era perfeito foi humilde em todos os trinta e três anos em que viveu entre os homens.

“De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,
que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,
mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;
E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.”
Filipenses 2:5-8

Em segundo lugar aprendemos que é preciso trabalhar duro e ter disciplina para alcançarmos nossos sonhos e objetivos. Os alemães reinventaram e reconstruíram tudo o que entendiam por futebol e trabalharam (e ainda trabalham) pesado para colocar tudo em prática.

“Quem trabalha a sua terra terá fartura de alimento, mas quem vai atrás de
fantasias não tem juízo.” Provérbios 12:11

Esse é um princípio bíblico, Deus é fiel para nos suprir com o seu favor sobrenatural quando necessário, mas precisamos sim fazer tudo o que está ao nosso alcance.

Por último, aprendemos com os alemães sobre perseverança. Em 2000 eles decidiram recomeçar e só quatorze anos depois conquistaram a Copa do Mundo. Foram anos difíceis em que apesar dos avanços a seleção ainda era encarada como uma promessa. Alguns jogadores, como o Podolski, (o mais brasileiro dos alemães! rs) já estavam disputando sua terceira Copa do Mundo e o maior desejo deles não se concretizava. Quando olhamos para nós somos muito imediatistas, podemos reconhecer nossos erros, trabalhar duro durante um tempo, mas se logo não colhemos os frutos desistimos. Geralmente, na vida o caminho mais difícil é o que devemos trilhar e mesmo que demore demais uma hora a promessa se transformará em realidade. Uma árvore não cresce do dia para a noite, mas passado o tempo determinado podemos nos encantar com sua beleza, suas flores, seus frutos e encontrar refúgio em sua sombra. A obra que Deus faz em nossa vida é para que os frutos sejam duradouros.

“A memória deixada pelos justos será uma benção, mas o nome dos ímpios apodrecerá.” Provérbios 10:7

Como disse no início desse texto, não sei se você gosta de futebol e se não gostar talvez possa reconsiderar a partir de agora... Quem disse que era só um monte de homem correndo atrás de uma bola, hein?

Ah! E só pra constar, já alterei o status do meu Facebook para “Em um relacionamento sério com a seleção Alemã” (kkkkkkk... É brincadeira, blza?)


Um abraço!

Ana Júlia, 25 anos, solteira.
Graduada em Estatística. 
Twitter: @AnaXuh
Frase: "Não são grandes homens que 
transformam o mundo, mas sim os fracos 
nas mãos de um grande Deus." (Irmão Yun)