13 de janeiro de 2014

Esperando sem pressa


É fácil perceber que quando nos interessamos por alguém tendemos a não ver defeitos, pelo contrário vemos tudo no melhor ângulo possível e pensamos que tudo é fácil de resolver e que vamos saber lidar muito bem com as manias do outro e o seu temperamento. Por isso eu concordo com a frase “o pior momento para começar o namoro é o auge da paixão” e super apoio a construção de uma boa amizade antes de um envolvimento emocional. 


Algumas coisas são importantes serem avaliadas antes de se assumir um compromisso, vamos falar um pouco sobre elas? 


A pessoa em que você está interessado(a) confessa a mesma fé que você? Veja bem, o seu coração foi comprado por um preço, e não é uma opção entregar este coração comprado por preço de sangue a alguém que não conhece e ama o seu Senhor. 


Talvez você assim como eu, já ouviu (ou quem sabe viveu) algo semelhante a isso: “Ele(a) é tão agradável, cabe em meus sonhos é exatamente tudo o que esperei por tanto tempo… Só falta converter! 


Ei? Então falta tudo! 


Se você entregar seu valioso coração a alguém que não ama seu Senhor isso irá abrir espaço para grandes tentações, além de prejudicar sua comunhão com o Senhor e muitas vezes com sua família e seus amigos. Já imaginou quando vocês casarem e tiverem filhos?


Como você poderá educar seus filhos dentro de valores que seu companheiro(a) não crê? 


E se o seu caso não é esse e você está interessado(a) em alguém que como você confessa a fé em Jesus, ainda assim algumas perguntas devem ser colocadas em pauta, por exemplo:
É uma pessoa comprometida com a obra?  Honra seus pastores e líderes? Vive os princípios da palavra? Aproximará você do Senhor? Te conduzirá a uma vida de oração, devocional e comunhão? 


Tudo isso precisa ser bem avaliado, pois o modelo ideal de um companheiro(a) é aquele(a) que nos conduz a buscar o que é eterno. 


Outro ponto a ser avaliado é: Até onde a pessoa em que está interessado(a) irá com você? 


Ele(a) é alguém que te encoraja, admira, respeita, compreende? É alguém que iria abrir mão de uma programação com amigos no momento em que você estiver atravessando uma fase difícil e precisando de apoio? Será essa pessoa alguém que irá incentivar em seus projetos e estudos? Irá te acalmar, te ouvir, se importar com seu bem estar? 


É necessário considerar muito bem esses pontos, pois o equilíbrio emocional em uma relação é essencial para um convívio saudável. 


Muito importante também é observar como a pessoa trata seus familiares, como age com seus pais, irmãos e amigos. E com o a sua família? Essa pessoa tem uma boa relação? Ambos se aprovam? 


São detalhes a se pensar, não é mesmo? 


Pois bem, isso não é tudo ainda há muito para ser pontuado quando se trata da escolha de alguém para construir uma história ao nosso lado, por isso invista tempo em oração, gere seu futuro de joelhos aos pés do Senhor e siga esperando sem pressa. 


“Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu”.
Eclesiastes 3:1


Em amor, 



Cíntia Silveira, 28 anos.
Estudante, Seminário Teológico Carisma.
Twitter: @CintiaSilveira_
Frase: "Chegando, pois, a vez de Cíntia." (Ester 2:15)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!