5 de dezembro de 2013

Entrevista: Nìvea Soares

Olá, meninas!

Nossa entrevista de dezembro está especial! Entrevistamos a ministra de louvor Nívea Soares.
 

Com lindos testemunhos, seu ministério solo acaba de completar 10 anos e, para celebrar a data, um CD comemorativo acaba de sair do forno.

Além de apresentar na Rede Super o programa "Lugar Secreto", ela viaja com sua banda por diversos lugares do mundo para ministrar.

A última apresentação de 2013 aconteceu em Itabira-MG. Temporariamente Nívea dará uma pausa nas atividades ministeriais para aguardar a chegada de Alice e Izabela. 

Mas, antes disso, ela nos atendeu e compartilhou conosco sobre sua trajetória musical no Diante do Trono, seu testemunho de conversão, a gravidez de gêmeas e outras coisinhas mais. 


Nome completo: Nívea Soares
Estado civil: casada
Idade: 37 anos
Profissão: cantora 



Conte-nos brevemente seu testemunho de conversão a Cristo: 

Fui criada num lar cristão. Meu pai se converteu a Jesus quando eu tinha seis anos de idade. Minha mãe e irmãos já eram cristãos há mais tempo.
Tinha 11 anos de idade quando me converti e fui batizada, o que foi para mim um divisor de águas. Seguir a Jesus foi a decisão mais importante e acertada que pude tomar, apesar da pouca idade. Quando fui batizada com o Espírito Santo, aos 16 anos, muitas coisas começaram a mudar na minha vida. Senti o Senhor tratando das minhas motivações e da minha alma. Foi crescendo cada vez mais no meu coração o desejo de servir.
Seguir a Jesus é um desafio muito grande para aqueles que são criados no ambiente da igreja, pois acabam se acostumando e seguindo apenas rituais ao invés de seguir a Jesus com convicção e amor. A caminhada continua e os desafios e dificuldades são diários, mas é preciso manter os olhos voltados para o Senhor e seguir em frente sempre. 



Quando surgiu seu interesse pela música?

Cresci num meio musical e sempre gostei de cantar, desde criança. Por ser a caçula sempre acompanhava meus irmãos mais velhos que participavam dos grupos de louvor na igreja. 


Você foi uma das integrantes do Ministério de Louvor Diante do Trono. Quais influências trouxe desse período para o seu ministério solo hoje? 

O Diante do Trono, sem dúvida, foi uma escola onde aprendi e posso aplicar até hoje os princípios de liderança, submissão, dependência de Deus e questões técnicas que são fundamentais na área musical. 


Atualmente música gospel vive um momento comercial muito forte. Qual lado positivo e o negativo disso?  

O lado positivo é que toda essa divulgação em torno da música gospel brasileira oferece a oportunidade e o espaço para difundir o nome que está acima de todo o nome: Jesus! Não podemos perder de vista o objetivo principal.
O lado negativo é que a música cristã assim como a pregação e a abertura das igrejas se tornaram negócios para alguns. Mas,importante mesmo é não generalizar. Nem todos os pastores são mercenários, nem todos os músicos cristãos são avarentos.É complicado colocar todos "num mesmo pacote".
 


Quem acompanha seu ministério, percebe que você tem uma postura contrária ao deslumbramento que, infelizmente, muitos artistas demonstram ter. Existe um segredo para administrar isso? 

Não é segredo, é um desafio tentar sempre manter o coração em Deus. Fama passa. A moda é um ciclo inconstante e totalmente volúvel: o que é moda hoje, amanhã perde popularidade. Por isso o melhor é permanecer constante em Deus, na sua unção e naquilo que ele me direciona a fazer. Entendo perfeitamente meu papel como facilitadora para que mais e mais pessoas se acheguem a Jesus, o cabeça da igreja, e recebam da unção que está sobre ele. 


Muitos que estão envolvidos no meio musical afirmam que as mulheres têm maior dificuldade para ingressar nesta área. No seu caso houve essa barreira? 

Tudo fluiu muito naturalmente para mim, não percebi essa barreira por ser mulher. Cresci num meio musical e a música sempre fez parte da minha vida. 


Além de cantar você é compositora de lindas canções. Sabemos que as composições nascem de várias maneiras. Pode compartilhar alguma que te marcou? 

A canção "Me esvaziar" é muito atual pra mim. É uma oração que sempre faço ao Senhor, para caminhar humildemente na presença dele, me esvaziando de mim mesma a cada dia. Quero que presença de Deus me encha de tal forma que eu me torne mais parecida com ele. 


Através das redes sociais você compartilhou um lindo testemunho sobre sua gravidez de gêmeas. Como têm sido esse momento de gestação? 

É até difícil descrever como é bom sentir as meninas crescendo e mexendo dentro da minha barriga. É um período de muitas mudanças e adaptações em todos os sentidos. Gerar vida é um dom de Deus e estou ansiosa para ver a carinha delas e segurá-las nos braços. 


A maioria de nossas leitoras são meninas solteiras e que esperam em Deus pelo seu esposo. Pode deixar um conselho sobre essa área da vida, que geralmente aflige tanto as moças? 

A palavra de Deus é clara ao afirmar que “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”. Eclesiastes 3:1. Não adianta querer apressar Deus. Podemos perder muitas coisas de vista, mas jamais podemos perder Jesus. Para isso é preciso manter os olhos nele todo o tempo. Tudo nesta vida passa, exceto Jesus. Ele é a rocha que nunca será mudada e é a pedra principal sobre a qual nossa vida deve estar firmada a cada dia.
Creio que o melhor lugar para se encontrar uma pessoa verdadeiramente de Deus, é permanecendo na busca intensa por Deus. Foi assim comigo.




Bate bola

Fé: Deus
Não saio de casa sem: maquiagem
O melhor lugar do mundo: minha casa
Um cheiro bom: bebês
Amo comer: sushi
Um som para ouvir: Misty Edwards;
Uma palavra linda: Amor
Uma palavra feia: Inveja
Casamento é: bênção do Senhor;
Dinheiro: Apenas um servo. Quem o ama perde tudo de mais precioso
Jesus: Alvo
Uma frase: Deus não se impressiona com dons e talentos, mas com um coração quebrantado e contrito.







Elaine Souza, 29 anos 

Consultora de Negócios, Solteira.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!