22 de novembro de 2013

Aos pés



Continua a repercutir a narrativa bíblica da mulher que se aquietou aos pés de Jesus, pois aprendera que seus ensinamentos são a melhor parte. Fica bem claro que a obediência do coração é o elemento principal para que nos ofereçamos em sacrifício vivo afim de que experimentemos a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.


Meio século depois da revolução feminista caracterizada na precípua da liberação sexual, que fez dela instrumento na obtenção de uma hegemonia feminina dentro e fora dos lares; Vivemos em um tempo que usa vaidade como moeda, desvaloriza e ridiculariza o papel fundamental proposto pelo Criador para todas as mulheres. Percebo que o legado hedonista reverbera também sobre a mulher cristã, acarretando em escolhas que ignoram o prumo da palavra de Deus.


O clamor escrito por Paulo aos romanos, para não tomarmos a forma deste mundo nos ensina buscar a transformação que se inicia pela renovação da mente é o contraponto, uma adaptação necessária, o ajustamento lógico e oportuno, legitimado pela inserção no Reino. Preocupemo-nos em adquirir novos conhecimentos, hábitos consistentes e inalteráveis para colocá-los em pratica.


Escolhi deixar aos pés de Jesus tudo que a revolução feminista propõe, reconheço que somente o Senhor pode reconduzir-me à liberdade original. Ele é o espelho que quero me olhar e tornar conhecido, é o prumo que persigo para fazer a base do meu caráter, personalidade e temperamento todos os dias para que a cada dia ao invés de retratar a mulher virtuosa como uma exceção para algumas poucas "ungidas" (não ridicularizando a expressão do Pentecostalismo), que ela seja percebida em cada mulher independentemente da posição, exposição e cultura organizacional.


Somos pedras vivas na restauração dos lares e assim sociedade, constituídas por uma historia, mas, ao mesmo tempo podemos construí-la para transformarmos o percurso que escolhemos. Jesus para influenciar, é em tudo exemplo, e a melhor parte está em permanecer aos Seus pés.


Ps: Obrigada ao Pastor Douglas Santarelli, que tem me desafiado. Esse texto foi um dever da matéria; Panorama Do Novo Testamento. Desenvolver um texto com base em Romanos 12:1-2 falando como um ministro pode influenciar o mundo.

Para mim a maneira mais natural e eficaz de influenciar é antes de qualquer ação exterior, ser. É natural de quem é servir. Isso é transformação.

Afinal, atitudes não são coisas que surgem e ficam registrados por elas mesmas, são o resultado da ação de alguém. Que o amor e o serviço sejam as atitudes mais evidentes em nossas vidas!

Como já havia dito antes, o homem recebe duas classes de educação.Uma que lhe dão os demais, outra a mais importante, que ele dá a si mesmo, através da renovação da mente levando a uma transformação de caráter.

O Espírito Santo que se move em você, não vai te trazer só dons espirituais, mas uma vontade irrevogável de ser um tudo parecido com Jesus Cristo.



Saudade que eu tava de você, DeSalto!


Com amor, 

Camila Verçosa, 26 anos. 
Estudante no Seminário Teológico Carisma.
Blog Pessoal:http://camilavercosa.blogspot.com.br/
Twitter: @camilavercosa
Frase: Articulista do savoir-vivre. 

E tudo, mesmo, começou com o amor do Cristo por nós.

Um comentário:

  1. Ei Camila, tudo bem?
    Achei seu texto bem interessante e o desafio de Paulo de não tomarmos a forma desse mundo também me marca bastante.
    Contudo, queria entender melhor o que você quis dizer com a frase "Escolhi deixar aos pés de Jesus tudo que a revolução feminista propõe". Você pode me explicar mais o que é esse "tudo que a revolução feminista propõe"?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!