21 de novembro de 2013

Alegria sim, máscara não



Ser alegre não significa mostrar-se sorridente quando na verdade se deseja chorar e também não é dizer ao mundo que está tudo bem quando na verdade não está.


De fato isso não é alegria, o nome que se dá a isso é máscara.


A alegria verdadeira vem de Deus direto para o nosso coração, e isso acontece quando colocamos n’Ele nossas expectativas . Se no meio do caminho por acaso algo não sair da maneira que planejávamos, é simples de resolver se estivermos com o olhar fixado e o coração seguro n’Aquele que nos amou.


Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 
(João 3:16)


Nós temos no Senhor o nosso consolo, nosso refúgio e segurança, temos n’Ele a certeza de que todas as coisas cooperam para o nosso bem.


E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. 
(Romanos 8:28)


Ele é fiel para agir em nosso favor e Ele tem prazer em nossa alegria, transformando assim nosso choro em riso ainda que os tempos não pareçam bons, pois toda a tristeza levada diante de Deus se transforma em alegria.


Mudaste o meu pranto em dança, a minha veste de lamento em veste de alegria. 
(Salmos 30: 11)


Diante dele há honra e majestade; há força e alegria no seu lugar.
(I Crônicas 16: 27)



Com sorrisos, 




Cíntia Silveira, 28 anos.
Estudante, Seminário Teológico Carisma.
Twitter: @CintiaSilveira_
Blog pessoal: http://donodomeusorriso.com/
Frase: "Chegando, pois, a vez de Cíntia." (Ester 2:15)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!