28 de agosto de 2013

Você nasceu para um tempo como esse


Às vezes me pego com medo dos tempos que a gente vive. Tenho a impressão de que antes as respostas eram mais simples e tudo se encaixava melhor. São tempos mudados e será que conseguiremos corresponder ao que as pessoas esperam?

Nós cristãos, como conhecedores da palavra de Deus, somos responsáveis por nossas famílias, amigos, cidade, país e até pela nossa e as próximas gerações. Passaram-se um pouco mais de dois mil anos desde que Jesus Cristo veio até nós e cumpriu tudo o que estava destinado a viver. A partir de então seus ensinamentos têm se perpetuado, graças a homens e mulheres que escutaram a voz de Deus e contaram o seu amor.

Nosso tempo é único, como qualquer outro, sendo assim as respostas que nossos pais e avós tinham já não sustentam os questionamentos atuais. Falar sobre sexo, homossexualidade e aborto, temas antes considerados indecorosos, hoje são pautas de programas vespertinos e todos nós, inclusive crianças, temos livre acesso. Os meios de comunicação tornam-se a cada dia mais sofisticados e velozes, mas nunca foi tão complicado viver. Os consultórios psicológicos estão cheios, o percentual de viciados em internet, álcool e outras drogas aumentam a cada ano. A violência parece avançar sem controle algum e isso tudo é só para começo de conversa, como sabemos bem!

Como ser relevante? É a pergunta que me faço.

Um versículo que traz esperança está em Isaías 33:6:

“Ele será o firme fundamento nos tempos a que você pertence,
uma grande riqueza de salvação, sabedoria e conhecimento;
o temor do SENHOR é a chave desse tesouro.”

Sim, precisamos dar respostas. Precisamos de sabedoria e conhecimento para que nossa geração conheça a salvação do SENHOR, mas a maior reposta que podemos dar para um tempo como esse é temer a Deus e amá-lo de todo o coração. Estamos nos momentos finais da história como conhecemos e o que mais observamos é o esfriamento e a falta do temor a Deus. A boa notícia é que enquanto existir um povo apaixonado por Ele, que O tema e não se canse de orar, continuaremos a ver o grande Eu Sou agindo em toda a história.

Esse é o seu tempo! Qual será sua resposta? 

Até a próxima! =)

Um abraço!



Ana Júlia, 24 anos, solteira. 
Bancária e Mestranda em Estatística. 
Twitter: @AnaXuh
Frase: "Não são grandes homens que 
transformam o mundo, mas sim os fracos 
nas mãos de um grande Deus." (Irmão Yun)

Um comentário:

Deixe seu comentário!