15 de janeiro de 2013

Mário, manhas e o tempo de Deus


Quando eu era mais nova, os únicos jogos de videogame que eu gostava mesmo eram Mário, o clássico dos clássicos; SSX3, que era de sky; e Guitar Hero. Só que meio mundo era fissurado em vários outros jogos, do tipo (e da época) de guardar dinheiro a semana toda pra poder passar horas na lan-house no fim de semana jogando aqueles que eram a febre do momento. 

Lembro que meu irmão, por exemplo, ficava em fóruns da internet procurando códigos pra liberar uma arma diferente, um carro mais potente, uma armadura especial, pra pular uma fase e por aí vai. As famosas “manhas”. Eu nunca entendi direito o sentido delas, já que se a pessoa está jogando, por que não passar pelo jogo todo, ganhando novos instrumentos e vencendo os “chefões” pelos próprios méritos delas? Por que ter que ficar driblando a máquina? 

Só que Deus não é uma máquina. Está bem longe disso. E na nossa vida com Ele, não tem como inserir um código e pular a fase. Com Ele, não tem como usar nenhuma manha. 

Deus sempre tem algo a nos ensinar, algo nos mostrar, algo a mudar em nós. Ele cria situações na vida da gente e tem um propósito em cada uma dessas “fases”. Às vezes , queremos algo pra nós, e esse algo pode até ser da vontade de Deus, uma promessa dEle, mas só vamos desfrutar disso quando estivermos preparados. E uma das coisas que Ele faz nessas fases é isso, nos preparar. 

Só que essa nossa natureza humana é meio apressada, queremos tudo pra ontem, e de preferência do jeito mais fácil. Só que enquanto a gente vê o agora, Deus sabe de todas as coisas. E a vontade dEle é sempre boa, perfeita e agradável. Qual o propósito de tentar usar nossas manhas com Ele então? 

Que a gente possa se alegrar em cada uma dessas fases propostas por Deus, passando pelas provas mais difíceis e conquistando nossas melhores armas: aprendendo a amar mais, ser mais perseverante, ter mais fé, e a ser cada vez mais parecidos com Cristo. Assim, vamos estar preparados para enfrentar qualquer “chefão” que aparecer na nossa frente, e a desfrutar do que Deus preparou pra nós. 

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; (...) Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim. (...) Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele.” (Eclesiastes 3:1,2,11,14)








Amanda Almeida
Estudante de Comunicação Social na UFMG
Twitter: @mandyalmeida
Frase: Apaixonada por Aquele que me amou primeiro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!