12 de janeiro de 2013

Elegância: as leis da mesa


Este post é a continuação de um post que publicamos há um tempo. Você pode ver a primeira parte aqui. 

Regras básicas: Dedicado aos convidados

Cadeiras
Pra sentar-se, segure a cadeira firmemente e sente-se com um único movimento. Não multiplique esforços para conseguir uma acomodação mais confortável. Os movimentos repetidos, embora executados discretamente, transmitem uma impressão de insegurança. Não é um bom começo. Depois de sentado, não permaneça com as costas coladas ao espaldar da cadeira. Fique atento, mas elegantemente à vontade.

Cotovelos
Em jantares formais, apenas os punhos podem apoiar-se sobre a mesa. Os cotovelos nunca. Em jantares menos cerimonioso, as coisas se passam de modo um pouco diferente. É evidente que uma pessoa bem educada não descansa ambos os cotovelos sobre a mesa, nem mesmo um, se houver um prato servido à sua frente. Mas poderá fazê-lo naturalmente num momento de descontração como se quisesse, através do gesto informal, atenuar a rigidez da postura. Mas atenção: não é porque em determinado momento colocamos o cotovelo sobre a mesa que vamos adotar essa posição permanentemente.

Braços
Não é preciso sentar-se com os braços colados ao corpo, numa atitude forçada. Basta que permaneçam junto ao corpo visando, antes de tudo, não incomodar os vizinhos de mesa. Algumas pessoas afastam os cotovelos exageradamente ao partirem os alimentos. Outras descrevem curvas com o braço ao tomarem a sopa. São vícios de postura considerados elementares. Devem ser corrigidos desde a infância!

Mãos
Quando só a mão direita esta ocupada com a colher, a esquerda permanece na posição correta, isto é, nunca descansa no colo ou sobre o joelho. Das atitudes consideradas incorretas, esta é a mais flagrante. Não gesticule com as mãos quando estiver segurando os talheres, nem mesmo quando estiverem livres.

Nota
Os ingleses costumam descansar as duas mãos sobre os joelhos enquanto esperam ser servidos. Entre nós não é adotada, como ficou dito acima.


Cordialmente,
Camila Verçosa, 27 anos, Estudante no Seminário Teológico Carisma, Consultora de Negócios.
Blog Pessoal:http://camilavercosa.blogspot.com.br/
Twitter: @camilavercosa
Frase: Tudo começou com o amor do Cristo por nós. Articulista do savoir-vivre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!