31 de outubro de 2012

Esses tais de clubinhos...



Acho que eu posso dizer que os clubinhos são ao menos indiretamente responsáveis por eu estar escrevendo esse texto aqui para o blog. Eu paro pra pensar e é incrível o quanto Deus tem usado essa ferramenta na minha vida. Primeiro, assim que eu passei no vestibular, fui a um encontro para calouros que foi anunciado no Atos Hoje. Nesse encontro foi apresentado pra gente o projeto da ABU, Aliança Bíblica Universitária, com os clubinhos, ou núcleos. E foi de lá que o Matheus, meu líder, me levou pra célula dele, e daí fiquei pro culto da Mocidade. Foi a partir disso que comecei a me envolver mais com a obra de Deus, no lugar de só ver tudo acontecer.


No meu primeiro semestre na faculdade meu horário não dava com o de nenhum clubinho. E eu falo que aquilo não era de Deus, viu. Com reuniões todos os dias lá na UFMG, não era possível que não desse pra eu ir a nenhuma! Mas então, não era. Só que pra compensar, no semestre seguinte (que foi o que acabou de acabar), eu fui a todas as reuniões do clubinho que eu conseguia ir. Porque, cara, é bom demais! Eu não sabia quanta falta fazia. Não sei como é pra quem faz cursos na área da Saúde ou das Exatas, mas eu faço no prédio de Filosofia e Ciências Humanas, e em meio a tanta (mas tanta mesmo!) teoria que não leva Deus em conta, que o ignora, o deprecia ou o desqualifica, é bom demais ver que tem gente que ainda levanta o nome do Senhor que é o único digno de adoração! Ah, é bom demais!

Eu sempre ia aos clubinhos de segunda e quarta, e não foram poucas as vezes que Deus respondeu orações minhas durante aquelas reuniões. A presença de Deus ali naquele lugar era muito forte, e era gostoso demais estar ali por aquela meia hora (a menos se fosse o Matheus pregando, aí era uma hora no mínimo. haha). Foi um prazer imenso passar o semestre ouvindo aquelas ministrações, fossem elas de 10, 15, 30 minutos ou até uma hora. E mesmo não tendo nenhum direcionamento específico quanto a isso, a grande maioria das pregações que os líderes trouxeram foram sobre intimidade com Deus. Fica cada vez mais clara pra mim aquela verdade declarada em Oséias 4:6: "O meu povo perece porque lhe falta conhecimento". O que nos derrota, o que nos faz perder o foco, muitas vezes é a nossa falta de conhecimento da Palavra, e, por consequência disso, nossa falta de conhecimento de quem Deus é, de quem nós somos nEle, do que ele tem pra nós. 

Agradeço mesmo a Deus pela vida de cada um dos líderes que se levantaram para proclamar o nome do Senhor ali naquele campus. Eu sei quais foram os frutos que aquelas reuniões trouxeram pra mim, mas só Deus sabe o que aquela semente vai fazer a cada vida que, mesmo não tendo se assentado ali com a gente, mesmo nunca tendo parado com a gente, cada vida que passou por nós e viu um grupo de jovens adorando o nome do Senhor. E jovens que estão na universidade, jovens com vários estilos, jovens que fazem a diferença, mas que não são em nada diferentes daqueles jovens que só passam por ali. Eu sei que eu não quero nunca mais ter um horário que não bata com nenhum clubinho, porque eu sei quanta diferença fez estar presente neles.

No final disso tudo, se você é líder de um clubinho, eu agradeço a Deus pela sua vida, de verdade. Se você faz parte de um clubinho, amém, não deixe de ir às reuniões e ajudar a fazer a diferença. Se você nunca passou por um clubinho na sua vida acadêmica, procure saber se tem um na sua faculdade. Se não tiver, levante-se para começar um. A ABU com certeza te dá um apoio! E não importa se você não é da Lagoinha ou da UFMG. Seja de qualquer igreja, curso e faculdade, pode saber que nessa caminhada de "ser cristão na faculdade", você não está sozinho, não. E saber que tem gente que adora o mesmo Deus que a gente ali naquele lugar faz uma diferença danada. 

Aqui em baixo vão os contatos do Bruno Mendes, Líder da ABU na IBL:
Telefone: 92126208 / E-mail: auni.ibl@lagoinha.com

E confira esse vídeo da "Grande Quinta", gravado na última reunião da quinta-feira do semestre passado:











Amanda Almeida
Estudante de Comunicação Social na UFMG
Twitter: @mandyalmeida
Frase: Apaixonada por Aquele que me amou primeiro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!