26 de setembro de 2012

Não se cale!

"O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons." Martin L. King


Vivemos hoje em uma sociedade que clama por respostas. Respostas para as dores sofridas, para a paz não encontrada, para o vazio interior que não se preenche com nada que o mundo tem a oferecer. Respostas frente aos gritos de violência, à angustia que consome os corações, respostas acerca de um futuro incerto e sem esperança. Onde estão essas respostas, como uma geração seca, morta pode voltar a viver?

“A mão do Senhor estava sobre mim, e por seu Espírito ele me levou a um vale cheio de ossos.Ele me levou de um lado para outro, e pude ver que era enorme o número de ossos no vale, e que os ossos estavam muito secos.
Ele me perguntou: "Filho do homem, esses ossos poderão tornar a viver?" Eu respondi: "Ó Soberano Senhor, só tu o sabes".
Então ele me disse: "Profetize a esses ossos e diga-lhes: ‘Ossos secos, ouçam a palavra do Senhor!
Assim diz o Soberano Senhor a estes ossos: Farei um espírito entrar em vocês, e vocês terão vida.
Porei tendões em vocês e farei aparecer carne sobre vocês e os cobrirei com pele; porei um espírito em vocês, e vocês terão vida. Então, vocês saberão que eu sou o Senhor.’ "
E eu profetizei conforme a ordem recebida. E, enquanto profetizava, houve um barulho, um som de chocalho, e os ossos se juntaram, osso com osso.” Ezequiel 37:1-7

O Senhor nos leva ao vale de ossos secos, Ele nos diz o que dizer e opera milagres, mas quem abre a boca e profetiza somos nós! E enquanto falarmos do amor do Senhor em todos os lugares que formos, ouviremos também um grande barulho, de vida de salvação!
Não se cale! Profetize vida, salvação, cura, libertação!
Preciosa cristã, que seus lábios nunca se fechem, e os gritos dos maus sejam abafados pela força e brandura das palavras de Jesus através da sua vida!




Com carinho, sua irmã em Cristo,

Aline Lima, Solteira, Enfermeira
Frase: "O Senhor não nos chama tanto a um lugar como a si mesmo."
 John Piper

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!