28 de agosto de 2012

Como escolher o demaquilante ideal?

Oi garotas, tudo bem?

A maquiagem é, para muitas mulheres, uma “melhor amiga”, disfarça as imperfeições, destaca o que é bonito e é um apetrecho para o dia a dia. Esse momento traz a nós uma expectativa e muita diversão!

Mas chegar tarde de uma festa ou de um dia longo de trabalho e ter que tirar toda a maquiagem, não é lá mil maravilhas, não é mesmo? Porém é necessário, pois a maquiagem não deve ficar por muito tempo na pele, porque apesar do que muitos pensam, ela pode causar irritações e obstruir os poros. Isso favorece o aparecimento de cravos e espinhas, além de deixar a pele com uma aparência envelhecida e cansada. (O que ninguém quer, né?)

Por isso, o demaquilante deve ser sempre utilizado. Mas é importante levar em conta o seu tipo de pele e o tipo de maquiagem. Produtos a prova d’água, por exemplo, são muito difíceis de sair, então o uso de demaquilantes bifásicos é a melhor opção.




(1) As peles normais e secas pedem produtos com espumas ou cremosos. 
(2-4) Pra quem tem a pele mais sensível os mais indicados seriam os naturais com extratos de plantas calmantes e de preferência sem perfume e sem cor, para evitar as possíveis reações. 
(3) A pele oleosa se dá melhor com os produtos fluidos, em gel e sem óleo. Quem tem pele oleosa tem que fugir dos bifásicos, hein? Eles são bem oleosos...


Usar o demaquilante é bem simples, basta usar um algodão bem macio e nunca esfregar a pele, o melhor a fazer é aplicar o produto mais vezes até retirar todos os resíduos.



Por: Karina Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!