10 de junho de 2012

Namoro santo, casamento santo




“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hebreus 12.14)

Na próxima terça-feira (12/6), o Brasil comemora o Dia dos Namorados, data que celebra o compromisso do casal de construir um relacionamento que caminha para o casamento. E o sucesso do casamento depende muito dessa etapa chamada namoro. Os padrões atuais da sociedade já não consideram essa importância, namorar não é mais um processo de construção de amizade e compromisso, mas de envolvimentos cada vez mais íntimos e complicados.

A Bíblia não aborda sobre esse processo na vida de um casal, justamente porque ensina os filhos de Deus a viverem a santidade em compromisso eterno, que é o casamento. Você não vai ler na Palavra como ser um bom cortejador, ou como ser uma namorada brilhante. Mas vai entender como você pode ser uma esposa temente a Deus e um marido sacerdote do lar. E para viver essa etapa antes do casamento, vai aprender a ser um jovem respeitador e apaixonado por Cristo, e uma jovem que cuida das coisas de Deus. Enfim, você vai aprender a viver uma vida santa.

E é a santidade em sua vida com Deus que lhe permite trilhar um namoro santo. O namoro santo gera bênçãos, e a bênção acompanha o casamento santo. Essa é realidade que o casal Pr. Leonardo e Vanessa Capochim, líderes da Mocidade Lagoinha, compartilham para a igreja – por meio das ministrações nos cultos e nos aconselhamentos. Eles decidiram deixar o Espírito Santo ensiná-los a acertarem em seus papéis de homem e mulher. Em 40 minutos de conversa na redação da revista Atos Hoje, o casal respondeu várias perguntas sobre o namoro santo e deixou dicas e aconselhamentos sobre como você, namorado e namorada, pode tornar o seu relacionamento santo.



O significado do namoro para o homem e para a mulher cristã:

O pastor Leonardo (Leo) define o significado do namoro sob a ótica masculina: “O namoro para o homem é um tempo de conhecer melhor a garota e ficar mais junto, desfrutando dessa conquista que é ter o compromisso com ela.” Já sob a ótica feminina, segundo Vanessa (Nessa): “Também é o período de conhecimento da pessoa, sem conhecer o corpo, e uma preparação para o casamento. Nesse tempo ambos aprendem a conversar um com o outro, a conhecer algumas diferenças e como lidar com elas.” Atenção jovens, se o namoro de vocês não significa o que o casal explicou acima, arrependam-se enquanto há tempo.

A postura do homem e da mulher interfere diretamente na “saúde” do relacionamento. Por isso, Leo aconselha aos homens: “O homem deve ver a namorada como sua futura esposa. Ela não é simplesmente uma conquista, mas a pessoa que ele vai amar e dividir a vida. Se ele encara o namoro dessa maneira, ele trabalha a honra e o respeito pela mulher, o que mantém o relacionamento saudável.” Colocar o namoro diante de Deus é a indicação de Vanessa para as mulheres: “Se a mulher não colocar seu namoro na presença do Senhor ele não será bom, principalmente, para a santidade. Além disso, ela não pode ver o namorado como um filho, em quem vai mandar e se sentir no direito de ficar brigando. Ela deve entender que ele é um companheiro.”



O que o(a) cristão(ã) deve saber sobre o namoro, antes de “embarcar” em um:

É incrível como “embarcamos” muitas vezes em relacionamentos “furados” e o resultado é sempre aquela famosa frase: “Nadei, nadei e morri na praia”. Isso pode acontecer por inúmeros motivos, mas existe um que muitos não se atentam – que é a falta de entendimento sobre esse processo chamado namoro. Leo frisa o que comumente acontece entre os homens: “O cristão tem que saber que o namoro não é um escape para uma carência. Não vai suprir a solidão ou a falta de algo. O namoro já é a primeira fase do casamento, ele é um compromisso e isso é sério.” Nessa abordou uma realidade que toda mulher enfrenta, a fantasia de pensar que vai casar com um príncipe: “Saber que não existe a pessoa perfeita é fundamental para entrar em um namoro. As meninas que tenho acompanhado têm errado nisso, quando acontece o primeiro desentendimento elas já acham que o rapaz não é de Deus. Então tem que saber que no namoro existem os conflitos, pois, o ser humano é falho.”

É por isso que o namoro tem um significado espiritual tanto para o homem quanto para a mulher. Para Leo o namoro tem que ser uma etapa de crescimento espiritual do homem, e a companheira é fundamental nessa caminhada. “O namoro cristão é o inverso do mundo, o homem conhece a alma (sentimentos) e o espiritual da mulher, sem conhecer o corpo dela. Dessa forma, ambos vão orar juntos, meditar na Palavra, conhecer o chamado ministerial dos dois e ver o “encaixe” que há nos propósitos de Deus para os dois.” Nessa completa: “A busca pelo Senhor une o casal; pois, como não há a satisfação da carne, mas do espírito, a busca vai fortalecer o mesmo, os desejos da carne vão ficar enfraquecidos e o casal estará firme nos propósitos do Senhor.”



Como viver um namoro santo:

“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hebreus 12.14) 

Homens, vocês querem viver um namoro santo? Então, tenham uma vida santa, antes mesmo de entrar em um relacionamento. “Se você não tem uma vida santa solteiro, não espere ter no namoro. Pois, quando você encontrar as tentações será a sua caminhada com Deus que vai lhe ajudar a fugir. Se você já conhece a Deus e tem intimidade com ele, no momento da tentação, o escape estará mais nítido”, completa Leo Capochim.

Mulheres, para ter um namoro santo respeitem os limites do homem e ajude-os a fugirem da aparência do mal. “Namorar dentro do carro em hipótese nenhuma. Saiam com os amigos e procurem namorar em lugares movimentados. Fujam não somente do mal, mas da aparência dele. Sirva ao Senhor com seu namorado. Leo e eu podemos contar os dias que nós sentamos para ter um momento só nós dois. Porque estávamos tão envolvidos na obra, trabalhando para o Senhor. Isso ajuda vocês a não caírem” conclui Vanessa Capochim.

O resultado de viver um namoro santo é entrar em um casamento debaixo da bênção de Deus. “Isso faz toda a diferença. Vanessa e eu buscamos tudo o que falamos para vocês. Nós também buscamos aconselhamento, fomos acompanhados pelo Ministério Namorados Lagoinha, fizemos o Curso de Noivos e sempre estivemos envolvidos na igreja. Sempre ouvimos que no primeiro ano seria lua de mel e no segundo já seria lua de fel, mas com a gente tem sido diferente. Porque entramos no casamento debaixo dessa bênção, escolhendo namorar em santidade, nossos primeiros anos de casamento têm sido maravilhosos – ainda que haja conflitos”, conta Leo.

Segundo o casal, a falta de domínio próprio e de respeito com o corpo e com os sentimentos do(a) companheiro(a) têm sido as principais causas de muitos namoros cristãos não serem santos. “Vemos muitos namorados que destratam suas companheiras, um está sempre caçoando e menosprezando o outro, colocando apelidos e sempre excedendo o limite do respeito – isso também é falta de santidade. A forma como o homem fala com a mulher tem que ser com honra, e o romantismo envolve pequenas delicadezas. Se não for assim, um vai acabar partindo para a agressão física ainda no namoro”, conta Leo. O ciúme exagerado também é um fator decisivo na santidade do casal. “O que mais traz o conflito e a agressão é o ciúme exacerbado. O namorado não pode mais jogar bola com os amigos, nem sequer ter um momento com eles, porque a mulher não tem confiança. E se a mulher não mostra ter confiança em seu companheiro, ele também não terá com ela”, acrescenta Nessa.

São inúmeras as ações que tornam o namoro santo, e todas elas estão na Palavra de Deus. Mas talvez você precisa ler algo mais prático e objetivo que seja um norte para suas ações. Então, segue as dicas do casal para lhe ajudar a viver um namoro santo:


HOMEM:

· Busque a Deus;

· Reconheça suas fraquezas, você não é o Super-Homem;

· Não deixe o namoro ficar ocioso, “a mente vazia é oficina do diabo”;

· Não ultrapasse os limites, você não vai conseguir parar;

· A bênção para o casamento começa a ser conquistada no namoro santo, conquiste as suas.


MULHER:

· Busque a Deus;

· Reconheça suas fraquezas, você não é a Mulher Maravilha;

· Não busque conselhos com ímpios ou qualquer pessoa;

· Trabalhe com seu namorado na obra do Senhor;

· Fuja da aparência do mal e esteja atenta ao escape para as tentações.



Por: Pastor Leonardo Capochim e Pastora Vanessa Capochim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!