19 de julho de 2012

Entrevista: Cassiane Valadão


Impecável! Essa é a imagem que Cassiane ou, simplesmente, 'Cassi' passa cada vez que a encontramos nas igrejas e eventos.

Quem olha para o seu rosto jovem não imagina que aos 21 anos ela deixou Londrina(PR) para morar em Belo Horizonte(MG) ao lado do seu grande amor o Pastor e Ministro de louvor André Valadão.Casados a 11 anos e cada dia mais apaixonados,a união tem como fruto o pequeno Lorenzo.

Discreta e atenciosa ela disse 'sim' ao De Salto porém de joelhos.

Dentre os diversos compromissos do dia (dentista, célula, esposo, filho, casa e viagem marcada para o dia seguinte) Cassi nos contou um pouquinho do seu testemunho como mulher, esposa, mãe, do lar e ainda deixou um conselho para todas nós.

Suas opiniões e postura comprovam que Deus muito mais do que vidas, une propósitos.

Nome completo: Cassiane Montosa Pitelli Valadao
Idade: 31 anos
Estado Civil: Casada
Profissão: Empresária e do lar


De Salto: Conte-nos brevemente sobre seu testemunho de conversão:
Cassiane: Foi na minha adolescência numa acampamento da igreja em um culto da fogueira como chamávamos.

DS: Antes de se casar,como era sua vida? Exercia alguma atividade? 
Não, apenas estudava, cursava faculdade de administração de empresas.

DS: Você se casou bem jovem com o André Valadão. Como foi vivenciar tantas mudanças (estado civil, cidade, rotina)? 
Não foi fácil, tinha 21 anos e uma vida bem caseira, familiar e "comum". A mudança de cidade foi o que mais eu senti. Sair de uma cidade linda e pequena como Londrina pra uma cidade tão grande e mais violenta como BH foi uma mudança e tanto. E a saudade da minha mãe, irmãos, avós, amigos foi o que mais me doeu. Mas nada como o tempo para encaixar a nova vida que eu estava tendo. Hoje sou completamente adaptada a tudo.

DS: Você participou como backing vocal do CD E DVD "Mais que abundante". Como foi essa experiência? As pessoas te 'cobram' mais participações?
Nunca me cobraram... até interessante, né? Mas nunca tive vocação pra cantar ou fazer qualquer coisa na frente de tanta gente... não gosto, não me sinto a vontade e não é porque casei com alguém tão público que tenho que ser também. Mas, valeu, fiz pelo André e por minha cunhada Ana Paula, que tanto me pediram... (risos). Deus sabe o porquê...

DS: No CD "Sobrenatural" o André Valadão gravou uma canção de sua autoria, 'Lugar de oração' .Você costuma participar diretamente no processo de composição? 
Sim, sempre que o vejo no piano e percebo que tem uma musica nascendo vou logo chegando perto... sentando ao seu lado... e fico ali... adorando junto!

DS: Recentemente em várias postagens na rede social twitter você cita estar fazendo atividades do lar e demonstra muita satisfação. Você recebe retorno de seus seguidores em relação a essas postagens?
Demais,engraçado que comecei na simplicidade de compartilhar de vez em quando do que estava fazendo em casa... e rapidamente tantas mulheres começaram a responder a esses meus comentários no twitter. No congresso do DT desse ano, várias delas vieram com os olhos cheios de lágrimas me procurar pra falar que Deus as estava curando e trazendo alegria ao que antes elas achavam ser um nada. E diariamente tenho em meu twitter mulheres falando comigo sobre isso.

DS: Você enxerga sua função de dona de casa como um chamado ministerial?
Sim, o André sempre me disse, assim que me conheceu e viu que eu não tinha um chamado pastoral, que me amou por eu ser assim e que sempre pediu a Deus uma mulher pra estar ao seu lado, ser mãe e esposa em tempo integral. Ele ama me ver cuidando e administrando a casa e faço isso muito bem viu! Risos

DS: Sabemos que em muitas viagens você acompanha o André.Tem alguém que te ajuda nas funções de casa?
Sim, tenho a Marina, que é uma benção na minha vida e na minha casa, há 5 anos está conosco. Ela me ajuda demais nessa função "do lar".

DS: Como dona de casa, o que você faz super bem?
Hehe... amo passar roupa e lavar louça... amo limpar a cozinha e também sou ótima pra organizar armários... rsrs... pelo menos, é o que todos dizem. Acho que essas coisas faço bem. Tenho na lavanderia de casa uma super tábua de passar e ferro, mas no meu banheiro também tenho uma tábua e ferro.

DS: Tem alguma atividade no lar que você não possui habilidade ou não gosta muito de fazer?
Sim, lavar roupa. Só sei por tudo na máquina, se tiver que lavar na mão...ai ai ai! Também não sei cozinhar muito... comemos muito fora e isso me ajuda. (risos)

DS: Num dia típico como é a sua rotina?
De manhã, faço ginástica e cuido do Lorenzo, fico com ele, dou banho, almoço e logo está na hora de leva-lo pra escola. Enquanto ele fica na escola, aproveito pra fazer mercado, sacolão, resolver umas coisas de casa, banco, cartório e coisas que às vezes tenho que fazer para o Andre e para o escritório. No final da tarde, pego meu filho novamente na escola e corro pra casa, onde já chegamos de noite, então, é a conta de tomar banho e lanchar pra ir pra igreja ou célula ou alguma coisa assim. Não tem um dia da semana que ficamos em casa de noite "à toa " para descansar e curtir, sabe? Enfim, não paro um minuto... imagine se trabalhasse fora? Ser "do lar" é puxado sim...risos.

DS: Qual a principal mudança que a chegada do Lorenzo trouxe pra sua vida?
Ah, não ter mais tanto tempo pra mim... e com o Andre... rsrs! Mas ele trouxe taaanta alegria que isso a gente dá sempre um jeitinho!

DS: Você está sempre muito elegante e adequada. Costuma acompanhar tendências de moda? 
Não mesmo. Não compro revistas e muito menos assisto TV. Desde que o Lolo nasceu, não consigo ver TV, fico por conta dele e vendo os programinhas de TV dele, não sigo moda, tenho um gosto e estilo que sempre tive. Sei lá!

DS: Deixe seu um conselho para as mulheres jovens que lerão essa entrevista:
Procurem estar no centro da vontade de Deus, não se preocupe em ser do lar, ou uma cantora, pregadora, empresária, dentista... Isso tudo você será se buscar agradar a Deus!


Bate bola
Pra você amigos são: Poucos
Ser esposa é: Fazer meu marido feliz
E ser mãe? Fazer meu filho feliz e cuidar dele o tempo todo
Uma viagem inesquecível: Com meu marido, quando fomos esquiar há uns 6 anos 
Dinheiro é bom quando: Temos muitas contas a pagar, queremos viajar, dar presentes... enfim, dinheiro sempre é bom, né?
Dinheiro é ruim quando: Se torna o centro da nossa vida e nosso Deus
O melhor lugar do mundo: Minha casa
Tem medo de: Violência
Uma palavra linda: André e Lorenzo (risos)
Uma palavra feia: Palavrões, tenho pavor... esses todos que muita gente fala... desde "cala a boca"
Você sai do sério quando: é difícil eu sair do sério
Atualmente está lendo: a Bíblia
Um barulho que você gosta de ouvir: Do mar
Seu perfume preferido: Marc Jacobs
A vida é: Feita para se viver, viver no centro da vontade de Deus.
André: Meu amor.
Lorenzo: Fruto deste amor.
Jesus: Meu tudo, minha razão de viver.
Uma frase: O nada com Deus é tudo, o tudo sem Deus é nada.


Por:

Elaine Souza, 29 anos, Consultora de Negócios, Solteira.

Blog Pessoal: http://blogelainesouza.blogspot.com.br
Twitter: @ElaineSouzaReal
Frase: O choro pode durar uma noite, mais a alegria vem pela manhã. SL 30.5

Um comentário:

Deixe seu comentário!