20 de julho de 2012

Consequências da inversão de prioridades na vida da mulher


Deixamos o papel único que possuíamos anos atrás, o de mãe, para assumir inúmeros papeis na sociedade atual. Somos estudantes, profissionais, líderes, esposas, filhas e mães. Todos estes lugares ocupam um grande espaço em nosso dia-a-dia e nos fazem pensar e repensar em nosso tempo, organizar nossas atividades e priorizar ou não algumas delas durante nossa jornada diária. 

Mas, o que é prioridade? Prioridade nada mais é do que “qualidade de estar em primeiro lugar” e sabedoras disso devemos fazer nosso tempo de forma que as coisas esteja ocupando o lugar certo em nossa vidas. Tantas mulheres hoje colocam o trabalho em primeiro lugar, esforçam-se para estar nos cargos mais altos e terem os salários mais elevados, mas em contrapartida deixam para traz tesouros eternos como Deus, a família, a criação dos filhos. Como consequência, colhemos um afastamento de Deus, da leitura de sua palavra, da oração, da intimidade com o Senhor. 

Após longo dia de trabalho tendemos a não ter energia para se relacionar com Deus, para manter uma boa conversa com nosso esposo, para comer a mesa com nossos queridos, para dedicar tempo aos filhos. Por vezes, chegamos tão cansadas e estressadas que só queremos ficar sozinhas e deixamos de cultivar os relacionamentos mais importantes de nossas vidas: Deus e a família. 

O tempo que passamos com Deus nutre nosso espirito e revigora nossa alma, e o tempo que estamos com nossa família faz com que a mesma sinta-se cuidada e acolhida além de auxiliar para que ela cresça saudável e longe das influências malignas deste mundo. 

Queridas mulheres, quem faz nosso tempo somos nós e quem escolhe as prioridades de vida também. Dediquemo-nos para que tudo esteja em seu devido lugar e ocupe a posição correta em nosso dia-a-dia.


Por:



Nathália Franquito Fernandes, Psicologa.
Frase: Estar ao lado do Senhor é algo maravilhosamente seguro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!