29 de junho de 2012


VEJAMOS HOMENS E NÃO ÁRVORES

Marcos 8:22-26 (AM)
Ao chegarem eles à Betsaida, algumas pessoas trouxeram um cego e pediram a Jesus para que o tocasse. Tomando-o pela mão, ele o levou para fora da cidade. Passou saliva nos olhos do homem, impôs as mãos sobre ele e perguntou: “Consegue ver alguma coisa?”. Ele olhou para cima e disse: “Vejo homens, só que eles parecem árvores andando”. Jesus voltou a impor as mãos sobre ele. Dessa vez, o homem percebeu que havia recuperado completamente a visão. Agora via tudo com perfeição. Jesus mandou-o para a casa, advertindo: “Não entre na cidade”.

De certo modo, a cura do cego faz alusão à visão imperfeita que os discípulos tinham de Cristo. Assim como aquele homem, eles não estavam mais cegos, mas também não conseguiam ver muito bem. Somente o Espirito Santo poderia clarear a visão deles. Somente o Espirito Santo PODE CLAREAR A NOSSA VISÃO.
Para entender melhor, vejamos os versos de 16 a 21.

E eles discutiam entre si, dizendo: “É porque não temos pão”. Percebendo a discussão, Jesus lhes perguntou: “Por que vocês estão discutindo sobre não terem pão? Ainda não compreendem nem percebem? O coração de vocês está endurecido? Vocês têm olhos, mas não veem? Têm ouvidos, mas não ouvem? Não se lembram? Quando eu parti os cinco pães para os cinco mil, quantos cestos cheios de pedaços vocês recolheram?” “Doze”, responderam eles. “E quando eu parti os sete pães para os quatro mil, quantos cestos cheios de pedaços vocês recolheram?” “Sete”, responderam eles. Ele lhes disse: “Vocês ainda não entendem?”

Os discípulos continuaram demonstrando falta de discernimento espiritual, apesar dos milagres que haviam testemunhado. Jesus os repreendeu para que eles se lembrassem do que Deus havia feito por eles.
Assim como os apóstolos, temos uma memória curta e nos esquecemos da provisão do Senhor. Porém, temos de confiar que Ele dará o pão de cada dia. Um dos fatores que nos ajudará a ver nítido que o Senhor IRÁ prover as nossas necessidades é trazer à memória aquilo que nos dá esperança (Lamentações 3:21).
Traga à memória tudo aquilo que Ele já fez por você, aquela situação na qual a providência chegou, para que isto te traga esperança, como Jeremias fez.
Ele é um Deus provedor!
Cante esta oração:
Eu Navegarei
Eu navegarei no oceano do Espírito
E ali adorarei ao Deus do meu amor
Espírito, Espírito, que desce como fogo
Vem como em pentecostes, e enche-me de novo
Eu adorarei ao Deus da minha vida
Que me compreendeu, sem nenhuma explicação


por: Gustavo/por: Gustavo Góes / Twitter: @gustavogoess e Milene Góes