11 de setembro de 2012

Ouvir, apenas! Eis um ótimo convite!


Marcos 12: 28-31

No penúltimo texto da devocional, relembramos o momento em que celebramos a Páscoa, a ressurreição de Cristo! A história de Jesus no caminho de Emaús com os discípulos é mais um exemplo da doce maneira como Cristo nos ensina. Ele, geralmente, discreto e presente em todos os momentos. Nós, espalhafatosos e barulhentos, não percebemos a Sua presença.

Nossa agitação é grande demais para ouvi-lo. Existem muitos barulhos que nos distraem a todo o momento, e não são barulhos da rua, dos carros, são as vozes que gritam dentro de nós... Nossas neuras, preocupações, medos, desculpas e falta de controle das situações nos deixam atordoados. Temos dificuldades de ficar em silêncio e, por isso, buscamos barulhos externos a fim de abafar nossos ruídos. Jesus diz: “Ouve, ó Israel...”. Antes de ensinar, Ele nos faz um convite ao silêncio. No silêncio, quando nossa alma se aquieta, podemos ouvi-lo. Ouvir a Jesus quando nos diz: arrependa-se, está sendo orgulhosa, você precisa amar o seu próximo! 

Muitos de nós achamos que a espiritualidade se desenvolve no barulho, mas o convite é para fazer o caminho inverso. Nosso silêncio mostra nossa disponibilidade e, assim, ele nos ensina e nos transforma.


Por: Karoline Seixas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!