29 de junho de 2012

Não esqueça a alegria da graça!

Ouça essa história...

Efésios 2: 1-10 

(ps. Não deixe de ver os links e ler o texto bíblico. Só assim é possível entender a devocional.)

Recebemos a salvação por meio de Cristo, que morreu em nosso lugar na cruz. Antes, pecadores; agora, justificados; de criaturas nos tornamos filhos e desfrutamos da comunhão com Deus. 

Mas vemos tantas distorções dessa obra tão linda que a alegria e a esperança ficam esquecidas. 

Quantas tentativas de se justificar merecedor ou digno de alguma coisa. Tantos querem e dizem ter direitos de príncipes porque são filhos de Deus. Não entenderam que as riquezas do Reino não são o que a humanidade atualmente valoriza. “Príncipes e princesas” até ficam maravilhados ao pensar que andarão em ruas de ouro...

O que mais encanta os olhos nesta Terra não passará de asfalto no céu. Voltemos ao evangelho! O evangelho que fala do amor de Cristo, de graça. 

Na música “O sonho” de Stênio Marcius, o anjo pergunta ao homem como ele tem coragem de bater na porta do céu com uma história de vida tão “cabeluda”. Mas ele diz ao anjo: “(...) olhe bem no final dessa lista, você reconhece esta letra? E o anjo sorrindo lhe disse: É verdade! O Rei escreveu perdoado!” O homem não negou sua história e nem tentou justificar ou florear dizendo que depois fez obras compensadoras. Sua certeza é que foi perdoado. Ele afirma que no Livro seu nome está escrito em tinta vermelha. Não foi nada que ele fez, recebeu, simplesmente, por meio da graça. 

A graça é maravilhosa, mas a cobiça do homem o tenta a desejar o poder, a glória, o domínio, porém isso pertence somente a Deus. Somos vulneráveis também, mas que nossa oração seja um pedido por livramento de Deus, e que Ele nos ajude a viver o evangelho genuíno que anseia conhecê-lo. 

Na última estrofe da música, ele diz: “Ficaram comigo aquelas palavras... PRIMEIRO, eu quero ver meu salvador!” É por isso que o nosso coração deve fervilhar. Por maiores que sejam as dificuldades, as tristes notícias e a inversão de valores a alegria da graça é permanente, traz esperança ao nosso dia a dia e nunca se ofusca. 

Por Karoline Seixas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!