29 de junho de 2012



Modelo
Em Atos 1:1 lemos: “Escrevi o primeiro livro, ó Teófilo, relatando todas as coisas que Jesus começou a fazer e ensinar”.
Podemos notar claramente a ordem dos fatores fazer e ensinar. Jesus agia e logo ensinava, sabemos que muitas das Suas atitudes não foram compreendidas pelos próprios discípulos, mas Ele como Bom Mestre depois de ter “feito” os ensinava por meio de parábolas, ou seja, explicava deixando-os esclarecidos de como deveriam fazer. Portanto nesse caso a ordem dos fatores altera sim o produto. Nos dias de hoje o processo muitas vezes tem sido inverso, ensinamos e se der tempo fazemos.
Fomos chamados para ser exemplo. “Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza.” (1 Timóteo 4:12). Tornar-se padrão (grego: Tupos, significa marca formada por uma impressão ou golpe); olhando para um saberão como os demais são. Em tais atitudes:
- na palavra (no falar, no que se diz e no que se expressa, idéia)”antes santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós” (1 Pedro3:15); que não saia de nossa boca nenhuma palavra que seja desonesta, vergonhosa, obscena. Para que as pessoas desse mundo possam nos entender e ouvir a palavra de Deus que pregaremos no nosso dia-dia, num salão de beleza por exemplo, não precisamos de gírias e linguajares torpes tampouco falar como se estivesse falando com um “irmão maduro na fé”, o melhor é se relacionar com o Espírito Santo e deixa-Lo te guiar.
A bíblia é repleta de orientações acerca da nossa língua, essas orientações são totalmente aplicáveis. É possível controlá-la mas muitas vezes nos esquecemos disto e nos conformamos com nossos próprios desabafos que não edificam em nada e ainda no final soltamos uma expressão de “alívio”: pronto falei! E a carne fica toda feliz porque fora alimentada mais uma vez.
- no procedimento (modo de vida, conduta, comportamento, postura)“mantendo exemplar vosso procedimento no meio dos gentios, para que, naquilo que falam contra vós outros, como de malfeitores, observando-vos em vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação” (1 Pedro 2:12); Nosso comportamento deve ser exemplar nesse mundo, nossa postura frente a problemas será visto por muitas pessoas ainda que aos nossos olhos vejam somente uma é o que basta, porque essa pessoa poderá propagar para outras o nosso proceder seja ele aceitável ou não ao Senhor.
- no amor (amor fraterno, de irmão, afeição, benevolência)“O amor não pratica o mal contra o próximo, de sorte que o cumprimento da lei é o amor” (Romanos 13:10); O amor é paciente. Então sabe aquela pessoa que ninguém tem paciência com ela? Então esta mesmo é uma ótima oportunidade de expressar o amor de Deus (que dizemos) arder em nosso coração. Amor não é sentimento não espere a vontade de fazer algo, vá e faça porque amor é uma ação. Eu sei o mandamento do meu Senhor e como eu tenho a mente de Cristo logo, faço como Cristo. Nunca deve nos faltar a compaixão pelo próximo, seja ele amigo ou inimigo.
- na fé (Hebreus 13: 7) “Lembrem dos seus primeiros líderes espirituais, que anunciaram a mensagem de Deus a vocês. Pensem como eles viveram e morreram e imitem a fé que eles tinham”. Hebreus 11 nos relata modelos, exemplos claros simples, diretos e profundos de homens de fé.
- na pureza (inocência, pureza de vida)“Despojando-vos, portanto, de toda maldade e dolo de hipocrisias e invejas de toda sorte de maledicência” (1 Pedro 2:1). Os hábitos que diferem os discípulos dos crentes. Nossas ações falam através de nós, isto também é testemunho. O evangelho não é saber que temos que chorar com os que choram, mas ir e chorar de fato, não se trata de teoria trata-se de ação.Indiscutivelmente Jesus é nosso Melhor exemplo (“Sede pois imitadores de Deus, como filhos amados” Efésios 5:1), porém nos é lícito imitarmos alguém: “E vós vos tornastes imitadores nossos e do Senhor, tendo recebido a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo” (1 Tessalonicenses 1:16).
Em Atos 20:17-35 está relatado resumidamente as ações e condutas de Paulo. Ele foi e é (notem que os exemplos são e sempre serão citados Cl 4:12-13; 3 Jo 8:11) um modelo a ser imitado, não teve a vida em nada por preciosa e referiu que o importante era cumprir a carreira e o ministério que o Senhor tinha dado a ele para testemunhar o evangelho da graça de Deus (verso 24).
Que busquemos insistentemente ser exemplo na prática do evangelho.



Milene Góes, Casda, Fisioterapeuta
Twitter: @milenegoess

Frase:"Não tenha resposta pra tudo, é desnecessário".